Home > Silvestres e Exóticos > Répteis > Jibóia
Características Naturais

As Jibóias são répteis das família das serpentes. Existem diversos subespécies de Jibóias. Animais de sangue frio, necessitam do sol para se aquecerem por isso preferem campos mais abertos e pequenos bosques.  A língua é estreita, flexível, semelhante a uma fita, com extremidade bífida, que serve para captar "cheiros" diversos. A Jiboia é uma das serpentes mais populares, só morde quando se sente ameaçada. Não peçonhentas, caso mordam uma pessoa, o máximo que acontecerá é uma inflamação local.

Erroneamente, desde alguns séculos, tem sido vitimas onde os exploradores entravam selva a dentro na região Amazônica para explorar a fauna e flora da região.

Hoje se sabe que as maiores Jibóias raramente ultrapassam 4 metros (registros oficiais) e que há pouquíssimos registros de ataques a seres humanos.

Contudo, a imaginação popular continua envolvendo as serpentes num manto de fantasias: maldosas, astutas, traiçoeiras, elas seriam inimigas naturais do ser humano. Enfim, um autêntico engano. Ao matá-las indiscriminadamente, o homem contribui para alterar importante elo na cadeia ecológica o que leva aos poucos a extinção das espécies.

 
Diferença entre Venenosa e peçonhenta?

As pessoas costumam se equivocar quanto a estes conceitos.

Se considerarmos que a saliva das serpentes é adaptada para dissolver proteína (carne, por exemplo), podemos considerar que todas as serpentes são venenosas, isto porque entendemos como veneno uma substância capaz de fazer mal a algum ser.

A saliva das serpentes nos é prejudicial, por isso as consideramos venenosas para os seres humanos. Mas, qual o limite de ação do veneno? É aí que entra o conceito de "peçonhenta": um animal peçonhento é aquele que possui um veneno com uma concentração muito elevada, capaz de causar grandes danos a um outro ser, sendo este animal capaz de injetar este veneno através de dentes ou ferrões, geralmente conhecidos por peçonhas.

Ou seja, aquelas serpentes que possuem dentes inoculadores de veneno são chamadas peçonhentas. As que não possuem estes dentes, são chamadas não peçonhentas.

 
Compatibilidade com outras Jibóias

Desde a fase juvenil podem ser mantidas em grupos que necessitarão de espaços maiores na medida que ficam adultas. Machos adultos deverão ser separados para evitar brigas e disputas pelas fêmeas.

 
Manejo

Serpentes não são parecidas com gatos ou cachorros, que podemos colocar coleira para passear e que vão ficar pedindo colo toda hora.

Répteis não possuem uma demonstração expressiva de afeto pelo dono; o que fazem é respeitá-lo, pois sabem que é ele que fornece alimento, e sabem que não lhes farão mal, deixando-se manipular.

Não podemos ensinar uma serpente o que fazemos com um cão. Podemos ensinar ao cão que não deve rosnar para o dono caso este retire sua ração enquanto aquele estiver comendo. Com a serpente não dá. Quando a alimentamos, qualquer coisa que se movimente perto dela é presa em potencial, e ela atacará.

Enfim, estes animais são mais de exposição: devem estar num terrário bonito, vistoso, onde o animal complemente a beleza do terrário. Sua manipulação deve ser a mínima necessária. Com o tempo, a serpente vai se habituando ao dono, e sua manipulação poderá ser gradativamente aumentada.

Quando uma Jibóia esta em seu terrário, convém retirá-la com um gancho apropriado para serpentes, pois corremos o risco de levar uma mordida. Ela poderá numa primeira aproximação imaginar que nossa mão não passa de um mero alimento potencial.

Como não enxergam muito bem, nossa temperatura e cheiro poderão leva-la a tal equivoco. Após remove-la de seu terrário, não há mais riscos de receber uma mordida.

 
Biologia

Nome Científico: boa constrictor
Nome Vulgar: Jibóia
Origem: Regiões Norte, Nordeste e parte do Centro-Oeste.
Tamanho: podem atingir até 4m.
Hábitos: noturnos, terrestre onde se aquece e procura alimento.
Consumo de comida: Para uma Jibóia Juvenil com 60-80cm de comprimento, um camundongo a cada 15-20 dias.
Maturidade sexual: a partir de 4 anos
Expectativa de vida: 25 anos

 
Acomodação

Necessitam de um terrário com forração orgânica seca ou carpete específicos para répteis. Como gostam de se enterrarem, promova um canto no seu ambiente que possam cavar até uma profundidade equivalente à altura de seu corpo. Inclua troncos naturais ou artificiais, plantas naturais, rochas e tocas promovendo maior conforto para o animal. 

 
Temperatura/ Umidade

De dia  (12-14 horas diárias) de 28° a 35° C, Noite 22° a 26° C. Umidade 60% ou pouco mais.

 
Luz e aquecimento

Jibóias e serpentes de um modo geral necessitam também de aquecimento alem dos raios ultravioletas ambos promovidos através de lâmpadas UVA e UVB´s específicas para répteis.

Pedras aquecidas são também essenciais pois auxiliam na digestão porem muita cautela na temperatura pois o superaquecimento poderá causar queimaduras na pele do animal.

 
Alimentação 

Em cativeiro as serpentes que são criadas como "pets" são aquelas alimentam-se  de mamíferos. Como hamsters, porquinhos da índia e camundongos.
A constância na alimentação vai variando com vários fatores:

clima: no inverno as serpentes se alimentam menos, mesmo possuindo a fonte de aquecimento no terrário (elas sentem a época do ano, e além do mais, a temperatura externa do terrário vai estar mais baixa).
muda: as serpentes dificilmente se alimentam durante a época de muda de pele.
stress: um animal estressado dificilmente se alimentará.

 
Água 

Manter os potes de água sempre limpos e promova água fresca todos os dias. Jibóias também gostam de se banhar na água. Promova um recipiente de água que possa caber seu corpo.

 
Saúde  

A saúde de seu animal está diretamente relacionada aos com a acomodação, manejo, limpeza, higiene e alimentação adequados. Recomenda-se que mesmo com aparência sadia se faça uma visita periódica ao veterinário especializado em animais silvestres.

 
Assepsia  

Sempre depois de manusear seu animal, recomenda-se que lave as mãos utilizando desinfetante.

 
 

2006 - 2011© Copyright - AmazonZoo ®

Av. Brig. Faria Lima 4087 - Itaim Bibi, 04538-133 - São Paulo | Telefone : 3045 - 1000




Todos os Direitos Reservados, All Rights Reserved
Todos os direitos autorais das marcas© e materiais® expostos neste site são reservados

melhor visualizar em 1024x768

Edição 2006 © AmazonZoo